Tubo Rótulo de Cortiça Tinto

10,19€ inclui IVA

Brevemente

  • Vinificação

    Com uvas das castas mais típicas do Alentejo, produzidas na sub-região de Borba, se elaborou o vinho Rótulo Cortiça, um verdadeiro ex-libris da Adega de Borba. Provenientes de vinhas velhas, as uvas tiveram um rigoroso controlo na evolução da maturação, tendo sido vindimadas em pequenas quantidades. Na Adega após o desengace e esmagamento suave da uva, iniciou-se a fermentação alcoólica que se prolongou por cerca de 10-15 dias com a temperatura controlada a 24ºC, para maior extração dos aromas e sabores frutados da uva. Para aumentar a complexidade polifenólica, os taninos e a estrutura do vinho, este permaneceu em cuba num processo de maceração pós-fermentativa. A fermentação malolática ocorreu posteriormente em recipientes de inox. Para enaltecer e elevar as suas características organoléticas, o vinho estagiou 12 meses em barricas de 3º e 4º ano, de carvalho francês e em tonéis de madeira exótica, findo o qual se seguiu um estágio de 6 meses em garrafa em cave.

  • Notas de Prova

    Aspecto límpido, cor rubi definida com nuance vermelha. Aroma fino e elegante, sugerindo frutos pretos, compota e chocolate branco. Sabor macio, com ligeira adstringência, equilibrado, notando-se um frutado maduro, taninos suaves mas estruturados, com elegância no final de prova.

  • Como Servir

    Temperatura de 16-17ºC. Em acompanhamento de carnes vermelhas cozinhadas no forno, caça ou doces conventuais. Este vinho pode ser consumido de imediato, de preferência, poderá também deixá-lo estagiar pelo menos 10 anos.

  • Produção

    250.000 garrafas

  • Análise
    Teor Alcoólico
    13,5%Vol
    Acidez Total
    5,70 g/l
    PH
    3,50
    SO2 Total
    < 120 mg/l
    Contém sulfitos
  • Acondicionamento

    Caixa de 6 garrafas x 0,75L
    Caixas de 12 garrafas x 0,375L

Com uvas das castas mais típicas do Alentejo, produzidas na sub-região de Borba, se elaborou o vinho Rótulo Cortiça, um verdadeiro ex-libris da Adega de Borba. Provenientes de vinhas velhas, as uvas tiveram um rigoroso controlo na evolução da maturação, tendo sido vindimadas em pequenas quantidades. Na Adega após o desengace e esmagamento suave da uva, iniciou-se a fermentação alcoólica que se prolongou por cerca de 10-15 dias com a temperatura controlada a 24ºC, para maior extração dos aromas e sabores frutados da uva. Para aumentar a complexidade polifenólica, os taninos e a estrutura do vinho, este permaneceu em cuba num processo de maceração pós-fermentativa. A fermentação malolática ocorreu posteriormente em recipientes de inox. Para enaltecer e elevar as suas características organoléticas, o vinho estagiou 12 meses em barricas de 3º e 4º ano, de carvalho francês e em tonéis de madeira exótica, findo o qual se seguiu um estágio de 6 meses em garrafa em cave.

Aspecto límpido, cor rubi definida com nuance vermelha. Aroma fino e elegante, sugerindo frutos pretos, compota e chocolate branco. Sabor macio, com ligeira adstringência, equilibrado, notando-se um frutado maduro, taninos suaves mas estruturados, com elegância no final de prova.

Temperatura de 16-17ºC. Em acompanhamento de carnes vermelhas cozinhadas no forno, caça ou doces conventuais. Este vinho pode ser consumido de imediato, de preferência, poderá também deixá-lo estagiar pelo menos 10 anos.

250.000 garrafas

Teor Alcoólico
13,5%Vol
Acidez Total
5,70 g/l
PH
3,50
SO2 Total
< 120 mg/l
Contém sulfitos

Caixa de 6 garrafas x 0,75L
Caixas de 12 garrafas x 0,375L